loader

MININT declara combate “cerrado” à criminalidade

Numa mensagem de felicitações, em alusão ao aniversário do Ministério do Interior, Ângelo de Barros Veiga Tavares recomendou que se dê firme resposta ao crime, com disciplina e rigor, sem abdicar do respeito pela legalidade, dignidade e direitos humanos

O Ministério do Interior (MININT) assinalou ontem, Sexta-feira, 22, o seu 39º aniversário. Numa mensagem de felicitações, o ministro do Interior, Ângelo de Barros Veiga Tavares, orientou os efectivos do referido órgão a estarem engajados no combate “cerrado” à criminalidade, mormente a violenta, organizada, transfronteiriça e internacional. Referiu-se também ao combate à corrupção, ao branqueamento de capitais, ao ciber crime e todos os actos lesivos à ordem e tranquilidade públicas.

O governante referiu que hoje mais do que nunca, os efectivos do MININT devem estar mais engajados na defesa do Estado Democrático e de Direito, bem como dos direitos e liberdades constitucionais de todos os cidadãos. Recomendou que se dê, com disciplina e rigor, firme resposta a cada momento, e que seja sempre a que se mostrar mais ajustada e consentânea com a natureza criminológica.

“Sem abdicar do respeito pela legalidade, dignidade e os direitos humanos, sobretudo em relação à mulher, às crianças, aos idosos e outras sensibilidades vulneráveis da população”, disse. Garantiu, por outro lado, melhoria das condições sociais e de trabalho de todos os efectivos. “Com destaque para aqueles que nas fronteiras e noutras parcelas agrestes do território nacional cumprem exemplarmente o seu dever patriótico”, referiu.

Criado a 22 de Junho de 1979, o Ministério do Interior é o órgão da administração central do Estado responsável pela execução das políticas de segurança pública e subjacente através dos seus órgãos e serviços executivos centrais, nomeadamente a Polícia Nacional (PN), Serviço de Investigação Criminal (SIC), Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), Serviço Penitenciário (SP) e o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB).

Últimas Notícias