loader

Camueca presidencial

Para nós, aqui, Presidente não fica doente. É segredo. Se bem que cada um com a sua saúde, como se diz. Mas saúde de Presidente é um pouco saúde de cada um de nós.

POR: José Kaliengue

Não sei por quê, mas é assim mesmo. E não é apenas com os presidentes, no mundo inteiro, vimos como o mundo ficou suspenso e quase doente também nos últimos dias do Papa João Paulo II, muita gente a rezar, muita gente preocupada. Mas com esta conversa não vou a lado algum. O nosso “Ti Celito”, de Portugal, aquele simpático que gosta de mergulhar no mar da nossa Ilha com bué de gente à volta, no Sábado lhe deu uma camueca. Teve de ser levado a braços para o hospital, lá no Norte de Portugal, em Braga, a chamada cidade dos bispos. No dia seguinte, ontem, Domingo, um comunicado veio dizer que ele tinha tido uma “indisposição momentânea”. Pronto, tinham de nos imitar. Mas os portugueses, o povo, é que não aprendeu e não veio imitar a reacção dos angolanos. Quando José Eduardo dos Santos “faltou” a uma sessão parlamentar para o discurso do Estado da Nação, em 2012, o comunicado referiu igualmente uma “indisposição momentânea”, mas aqui a reacção foi quase política, como se os presidentes estivem proibidos da condição humana de passar mal ou de adoecer. Felizmente “Ti Celito” está bem e hoje mesmo já recomeça a trabalhar. Saúde para ele. Epa, vejam só, o nome dele é Marcelo Rebelo de Sousa. Nós também…

Últimas Notícias