loader

Carta do leitor: Etnocentrismo invertido – África e os africanos

Etnocentrismo é a visão demonstrada por alguém que considera o seu grupo étnico ou cultura o centro de tudo dando, portanto, num plano mais importante que as outras culturas e sociedades. Porém, o etnocentrismo pode ser demonstrado no sentido inverso da aplicação do conceito.

POR: Pedro Gomes

Ou seja, é chamado etnocentrismo invertido quando há sublevação excessiva da etnia, cultura ou sociedade alheia em detrimento da sua própria etnia, cultura ou sociedade. Assim sendo, os estudiosos (antropológicos) e não só garantem, que não existe cultura maior ou melhor do que a outra, apesar da complementaridade existente entre elas. Portanto, deve-se buscar sempre pelo equilíbrio ou mesmo pela equidade quando o assunto é valorização cultural. Infelizmente assiste-se, agora com maior frequência, certamente por causa do mundial que decorre, pela primeira vez, na República Federativa da Rússia desde 14 de Junho, uma manifestação clara do etnocentrismo no seu sentido invertido por parte de muitos angolanos adeptos de futebol, que demonstram completo desrespeito pelos representantes do “continente berço” neste campeonato. Não tenho dúvidas que este comportamento seja extensivo à outros cidadãos africanos…

perguntas de partida:Como podemos falar de unidade entre os povos africanos se ainda nota-se excessiva valorização das valências de outras culturas ou sociedades e completo menosprezo das raízes africanas? Como esperar a afirmação do continente no contexto das nações, se ainda notamos adeptos que em pleno jogos que opõem selecções ou equipas africanas com congéneres europeias ou de outros continentes, preferimos denegrir e desvalorizar as equipas que jogam em representação dos países africanos? Certamente muitos amigos e demais internautas, vão refugiar-se na liberdade escolha ou opção colocadas a disposição dos amantes do futebol. Será que o facto de ser adepto do Barcelona ou do Real Madrid ambas equipas valiosas de Espanha e admirar profundamente as valências das estrelas de futebol (Leonel Messi e Cristiano Ronaldo), deve ser motivo suficiente para desfocar a minha atenção àquilo que me identifica enquanto cidadão? Onde ficam os valores patrióticos, cívicos, culturais? Sou africano, respeito outras cidadãos do mundo, mas antes de tudo cidadão africano!!!

Últimas Notícias