loader

Parceiros do bloco 0 assina acordo de USD 38 milhões

Um acordo financeiro no valor de USD 38 milhões foi assinado, ontem, Quinta-feira, em Luanda, entre a subsidiária da Chevron em Angola, Cabinda Gulf Oil Company Limited (CABGOC), em nome dos parceiros do Bloco 0 e a Sonangol E.P., no quadro da constituição do Programa de Revitalização de Angola (PRA).

O referido acordo, assinado durante a cerimónia de abertura do 1º Conselho Consultivo do Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos, é resultado do Bónus Social atribuído no momento da concessão do Bloco 0, que tem com parceiros a Total Petroleum Angola Limited e a ENI Angola Production.

O PRA tem como objectivo contribuir para o desenvolvimento sócio-económico da população, com destaque para as vertentes de saúde, educação e desenvolvimento económico. De acordo o presidente do Conselho Administração da Sonangol, Carlos Saturnino, estão disponíveis USD 20 milhões que serão aplicados nos hospitais Neves Bendinha, Hospital de Oncologia, para a Maternidade do Lubango e no Hospital Central do Huambo, instituições que vão receber um valor de USD 5 milhões.

A iniciativa deste acordo é do Presidente da República, que orienta apoio em alguns sectores com maior impacto na vida da população em Angola. Por sua vez, o director geral da CABGOC, John J. Balt, reiterou o empenho em apoiar o Governo de Angola nas acções que contribuam para o reforço dos sistemas de saúde e educação, bem como estimular iniciativas de desenvolvimento económico. Este acordo, para John J. Baltz é de vital importância, pois vai reforçar as iniciativas de investimento social no país.

A CABGOC tem um compromisso com Angola há mais de 60 anos e em especial com a província de Cabinda. “Fazemos parte da comunidade e ao longo dos anos verificamos que o nosso sucesso está intrinsecamente ligado ao bem-estar das comunidades onde operamos”, sublinhou.

A CABGOC encontra-se entre os maiores produtores de petróleo no país, com uma produção líquida diária de 113.000 mil barris em 2017. É a maior empresa estrangeira empregadora em Angola.

Possui mais de 2000 trabalhadores angolanos – o equivalente a 88% da força de trabalho. Ao longo dos anos, a CABGOC e os parceiros do Blocos 0 e 14 investiram mais de USD 210 milhões no desenvolvimento comunitário nas 18 províncias de Angola.

Últimas Notícias