loader

Mais de 4 mil pessoas visitaram o Jardim do Livro Infantil na província do Bengo

O evento focado na promoção e incentivo de hábitos e gosto pela leitura, teve à testa o Ministério da Cultura, através do Instituto Nacional das Indústrias Criativas, com o apoio do Governo da Província do Bengo

Texto de: Augusto Nunes, enviado a Caxito

Mais de 4 mil pessoas, entre crianças e adultos visitaram a XII edição do Jardim do Livro Infantil, realizada de 27 a 29 de Junho na cidade de Caxito, província do Bengo. Muitas vezes não realizado, por falta de acervo bibliográfico, o Jardim do Livro Infantil conseguiu reunir, pela primeira vez, alguns expositores oriundos de Luanda e do Bengo, em particular.

Facto curioso, foi o de ver crianças devidamente organizadas acompanhadas pelos tutores, professores e guias, ávidas por adquirir um livro. Muitas delas, solicitavam como recordação do evento aos adultos presentes um livro para poder levar e lê-lo em sua casa.

Na verdade, houve preços para todos os bolsos, mas a escassez de recursos financeiros de algumas pessoas a quem os pequenos pediam livros, fez com que as suas petições não fossem satisfeitas. Apesar da fraca participação de autores de literatura infantil, juntaram- se ao certame os escritores Kudijimbe, pseudónimo de Nicolau Sebastião da Conceição e de Maria Celestina Fernandes.

Mais de 2 mil e 500 livros infantis angolanos e estrangeiros estiveram expostos até às últimas horas de Sexta-feira, altura em que se deu por encerrado o certame. Entre as obras expostas, constavam as de literatura infantil, religiosa, didática, entre outras.

O evento com enfoque na promoção e incentivo de hábitos e o gosto pela leitura, agregou um conjunto de actividades, das “visitas guiadas de alunos e professores” e “apresentação de livros infantis” Prosseguiu com “debates sobre o Património Cultural Material e Imaterial Angolano”, “Oficinas das Artes”, “Narração de Contos”, “Exibição de filmes infanto-juvenis”, “Exposição de livros infantis”, concursos de leitura, música, dança, artes cénicas e espectáculos infantis.

Nesta edição, as artes plásticas estiveram representadas pelo Massoxi, uma grande referência no domínio da escultura ao nível da província do Bengo. Durante a cerimónia de abertura, do Acto Central, pelo Secretário de Estado João Constantino, procedeu- se à entrega do Prémio Literário Jardim do Livro Infantil, edição de 2018 ao Escritor José Oliveira da Silva e o lançamento do livro “ A Ave do Senhor Dicanza e a Macaca e outros Contos” vencedora do Prémio.

Recorde -se que o Jardim do Livro Infantil constituiu-se num momento de chamada de atenção a todas as instituições e à sociedade para as questões relacionadas com o livro e a leitura. O evento realizou- se em simultâneo em todo o país.

Últimas Notícias