loader

Carta do leitor: Gesterra deve ser responsabilizada

Os meus cumprimentos. Foi com bastante tristeza e admiração que durante o fim de semana acompanhei a noticia que circulou nos médias relativo às centenas de toneladas de arroz que foram cultivados no Manquete-Cunene, e que por não haver autorização da Gesterra para o descasque, elas estão a apodrecer nos silos.

POR: Lemos Ganga/Luanda

Numa fase que o País está a viver dificuldades financeiras e até mesmo falta de bens alimentares, só tem de ser criminosos a pautarem por esta conduta que visa sobretudo contribuir para o sofrimento do povo angolano.Caso para dizer que enquanto se pensa que os dinheiros públicos apenas estão no exterior, mesmo no território nacional estão ali provas evidentes de que os dinheiros do FSA (Fundo Soberano de Angola) também estão nos bolsos dos nacionais. Aliás, acho que a PGR, através da sua Direcção de Investigação e Acção Penal, deveria sim ir no encalço da gestão financeira da Gesterra, que também considero ser danosa. Não se pode compreender até que ponto se permite crimes desta natureza sem que, no entanto, se tome medida .Afinal foi dinheiro que poderia muito bem ter beneficiado milhares de angolano. Temos famílias com elevado nível de pobreza a nível de toda Angola, que nem sequer conseguem ter uma refeição por dia, a priori os nossos irmãos do Cunene.Temos ex-militares com dificuldades de reinserção, milhares de alunos sem escolas, falta-nos água potável,o sector agrícola familiar inoperante, transporte público desestruturado, enfim e , e brinca-se com o dinheiro do país? Gostaria que a Gesterra fosse responsabilizada sobre este crime económico como instituição que geriu o fundo público usado para aquele investimento.

Últimas Notícias