loader

Ciclo de Cinema Chinês prossegue no Cinemax com exibição do filme “Salva-te se puderes”

A mostra, cuja abertura oficial foi presenciada pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, o embaixador da China em Angola, Cui Aimin, o director do Cinemax, Michel Ferreira, entre outras individualidades, entra hoje no seu terceiro dia

POR: Augusto Nunes

Prossegue hoje às 18 horas no Cinemax Talatona, Belas Shopping , em Luanda, o I Ciclo de Cinema Chinês com a exibição da longa-metragem “Salva-te se puderes” do realizador Renny Harlin. A película, com a duração de 107 minutos, é uma comédia produzida por Renny Harlin e tem como protagonistas Jackie Chan, Johnny Knoxville e Bingbing Fa. O guião conta a história de Bennie Chan (Jackie Chan), um detective de Hong Kong que está há mais de uma década no encalço de Victor Wong, o infame Senhor do Crime.

A sessão de amanhã, Domingo, começa com a projecção da película “Wolf warrior 2”, dirigida e protagonizada pelo actor e lutador de artes marciais Wu Jing. Esta longa-metragem já arrecadou mais de USD 770 milhões em menos de um mês, superando assim a fantasia romântica “The mermaid”, que tinha um recorde desde 2016. “Wolf warrior 2” chama também a atenção principalmente pelos recursos técnicos similares aos usados em super-produções de Hollywood.

O ciclo, promovido pelo Cinemax em parceria com a Embaixada da República Popular da China em Angola, tem a duração de sete dias e foi aberto esta Quinta-feira, com a exibição do filme “Monster Hunt” do realizador Paul W.S. Anderson, uma de ficção científica, que retrata a história de uma Rainha Monstro que dá à luz a um príncipe mestiço, meio humano e meio monstro. Na ocasião, a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, manifestou a sua satisfação pela realização do ciclo, por sinal o primeiro no país, o que, desde logo, traduz a disponibilidade que a República da China quer de Angola, para se desenvolverem as históricas relações de amizade e de cooperação.

A governante realçou que as relações culturais entre os dois países têm vindo a ser afloradas nos diversos encontros bilaterais com o embaixador daquele país em novas e importantes iniciativas a serem desenvolvidas no futuro. A ministra disse esperar que os jovens angolanos ligados ao universo do audio-visual encontrem neste ciclo de cinema um momento de motivação e de fruição e ao mesmo tempo uma oportunidade de conhecimento e de aprendizagem. Recorde-se que a abertura do ciclo foi presenciado pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, do embaixador da China em Angola, Cui Aimin, do director do Cinemax Michel Ferreira, entre outras individualidades.

Últimas Notícias