loader

Amangola aposta no fomento do autoemprego juvenil

Cerca de 712 jovens no município do Amboim, província do Cuanza-Sul, concluíram este fim-de-semana um ciclo de formação de três meses em artes e ofícios no quadro do Projecto Mentes de Desenvolvimento (PMD), levado a cabo pela União das Associações Locais de Angola (Amangola).

O projecto, na sua segunda fase, envolveu cursos como montagem de antenas parabólicas, fazendeiro profissional, cabeleiro, pastelaria, cozinha, contabilidade geral, balconista de farmácia, electricidade, gestão de empresas, relações públicas, pedagogia, decoração e artes e ofícios.

Em representação do presidente da Amangola, Job Capapinha orientou o acto de encerramento o coordenador executivo nacional do PMD, Orlando Muanzanza, que falou dos objectivos do projecto para o fomento do auto emprego dos jovens e o seu enquadramento no plano de acção da Amangola para o período 2017/2022.

Participaram no evento de entrega de certificados membros dos diferentes departamentos da Administração, entidades religiosas, partidos políticos, entidades tradicionais, encarregados de educação, formadores e finalistas dos diferentes cursos ministrados.

Os jovens finalistas desta segunda edição do PMD, na Gabela, solicitaram da coordenação e dos seus parceiros a continuidade do projecto e o apoio aos recém-formados na criação do seu auto emprego.

No seu discurso de encerramento, o administrador adjunto do Amboim, João Armando Bordal da Silva, encorajou a iniciativa da Amangola por ser um projecto que visa o fomento do auto emprego, ajudando assim o desenvolvimento local do município.

Últimas Notícias