loader

Editorial: Insubstituíveis

Angola e Portugal estão outra vez numa fase crescente das suas relações políticas e diplomáticas. Fala-se até de um novo enamoramento. Pode-se falar também de uma nova vaga, tantas são as vezes em que nestes planos as relações entre os dois países têm altos e baixos. Desta vez, há quem diga em Angola que a ofensiva diplomática de João Lourenço nos centros decisórios europeus vai equilibrar mais a relação entre os dois países, mostrando a Portugal que Angola pode chegar à Europa por outras portas. O importante seria os dois países fazerem um reflexão séria e contas sobre as perdas em casa “arrufo” ou “irritante”. Porque para cada um dos lados o outro é insubstituível. Os dois povos que o digam.

Últimas Notícias