loader

Editorial: Queimados

Perto de seis mil pessoas foram atendidas com queimaduras no hospital especializado Neves Bendinha no ano passado. É um número assustador, mas provavelmente muito aquém dos números reais de vítimas, já que noutros pontos do país não existe um outro hospital para queimados. Estranhamente, a questão dos incêndios, quer domésticos, quer florestais, não parece incomodar os angolanos, nem a sociedade, nem as autoridades. aliás, quantos municípios têm o seu próprio quartel de bombeiros? vivemos, realmente, entregues à sorte, que tem sido mãe. Em matéria de capacidade humana e técnica para socorros, o melhor é considerar que está quase tudo por fazer. E se for feito, talvez se poupem vidas e dinheiro. Em angola o fogo também arde.

Últimas Notícias