Empreendedora angolana reconhecida por organização moçambicana

Tal mérito deve-se ao facto de a beneficiada se ter dedicado a organizar seminários de empreendedorismo, oratória, retórica, orientação vocacional e outros que foram minuciosamente seguidos pela instituição internacional

POR: Alberto Bambi

A responsável da Intelligence and Work (IW), Inácia Wandy Cassoma Filipe mereceu, recentemente, o reconhecimento do YALI Centro de Liderança Regional da África Austral, localizado na Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo – Moçambique -, ao ponto de ter sido seleccionada para fazer um curso no ramo do empreendedorismo, liderança cívica e administração pública em África, inicialmente agendado para Agosto próximo. Em causa esteve o engajamento da beneficiária na criação de eventos de empreendedorismo e seminários ou palestras sobre inovação, destacando-se as iniciativas de certames organizados pela sua instituição no contexto das engenharias, oratória e retórica e orientação vocacional, bem como outros que contribuem para a educação da juventude e não só.

Reagindo ao convite, Inácia Filipe disse que ao princípio não acreditou que tinha sido solicitada e que os seus feitos têm sido vistos a nível internacional, porque, segundo ela, em África existem muitos jovens líderes com potencial, mas admitiu que para qualquer jovem em ascensão e com objectivos traçados em liderança e projectos sociais, vincar o nome na sociedade faz parte da meta. A entrevistada prometeu continuar a trabalhar com garra e fazer melhor e acrescentou que uma bolsa do YALI será, sem dúvidas, uma realização para si, que contará como experiência e subsídio para continuar a colaborar em prol do desenvolvimento social e ajudar o seu país e a África.

Aliás, é sobre isso de que faz referência o convite da comissão de admissão do Centro de Liderança Regional YALI África Austral- Maputo campus, ao referir que ficaram impressionados com as ideias da beneficiária e a perspicácia que possui para influenciar positivamente os assuntos na sua comunidade. Por isso, esta instituição internacional garante a oportunidade de formação que inclui aprendizagem, troca de experiências, bolsa de estudos e orientação, acreditando que, quando a candidata tiver concluído com sucesso as quatro semanas do programa, fará parte da próxima geração de líderes inovadores que estão capacitados para moldar o futuro dos negócios e empreendedorismo ao retornar para o seu país de origem Importa referir que a formação acontecerá entre os dias 6 e 31 de Agosto, sendo que o programa de liderança regional onde a candidata angolana vai participar inclui, ainda, interacção, partilha de ideias e aprendizagens com profissionais altamente qualificados e experientes, bem como orientação de partilha de conhecimentos com jovens de outros pontos do da África.

Condições garantidas

Os mentores da formação garantem o alojamento dos formandos no Hotel Vip, situado na Avenida 25 de Setembro em Maputo (Moçambique). O transporte para movimentar os participantes entre o hotel e o centro de formação é outra condição que está inclusa no programa. A lista de garantias da instituição organizadora formadora faz ainda referência sobre transporte aéreo internacional e doméstico, refeições durante o programa, incluindo café da manhã e almoço. Transporte para participar nas actividades relacionadas com os programas e subsídio de ajuda de custos para cobrir o jantar e outras despesas pessoais não deixam de fazer parte de um plano de asseguramento que contempla o seguro de viajem para participantes internacionais. Embora a organização não remeta aos beneficiados a exigências, sugere que os formandos se vistam de traje tradicional do seu país de origem, para a cerimonia de abertura, prevista para 6 de Agosto e a de graduação, agendada para 31 do mesmo mês do corrente ano.