loader

Polícia acusado de vender casa com família dentro

Bonzinho Josué Pedro, pai de 5 filhos, está ser acusado pela mulher, Rosa Cafendi, de ter vendido a própria casa com a família dentro da mesma. O cidadão nega tais acusações, alegando ter vendido apenas parte do terreno, dinheiro que se vai reflectir na vida dos filhos

POR: Maria Teixeira

A denúncia foi feita ontem à redacção deste jornal, por volta das 12 horas, pela esposa do acusado. A senhora, aflita, afirma que o seu esposo vendeu a casa com os cinco filhos lá dentro. “O meu marido chama-se Bonzinho Josué Pedro, é polícia e trabalha na logística junto aos bombeiros, e ultimamente está-se a comportar mal. Vendeu a nossa casa connosco lá dentro”, disse. Rosa Cafendi, a esposa, não sabe dizer em que data é que a casa foi vendida pelo marido, mas na Quinta-feira, 12, por volta das 18 horas, quando chegou a casa deparou-se com a nova proprietária a despejar uma carrada de areia, no seu quintal. Diante daquela situação, a cidadã conta que não resistiu e chegou a desmaiar duas vezes.

Quando confrontou o seu parceiro sobre o assunto, este disse que não adiantava fazer confusão, porque já tinha feito a venda. A mesma ameaçou que o queixaria no serviço e este limitou-se a dizer que não valia a pena, porque era um assunto de casa. “Eu sou mãe de cinco filhos, o meu marido nunca fez pedido, os nossos filhos não estão registados e ainda vivemos muito mal. A senhora que comprou o terreno é uma colega dele. Ainda tentei conversar com ele, mas estava embriagado e, mesmo assim, ontem de manhã não me deu nenhuma explicação. Isso preocupa- me”, conta. A casa em questão tem um quarto, sala, cozinha, casa de banho. Foi montada uma lanchonete na entrada que serve de negócio da família e tem um quintal vasto. Rosa, que começou a trabalhar há poucos dias, na Centralidade do Sequele, teve de parar porque a sua tensão arterial subiu. “Esse homem um dia vai-me matar. Ele mesmo disse que se eu quisesse morrer estava à vontade”, lamentou ainda, tendo dito que o esposo vendeu a casa com ajuda do irmão dele, que também é polícia. Nesse momento alojou-se no mesmo bairro, na casa de uma sobrinha, porque a sua casa tem nova dona.

Marido nega as acusações

O jornal OPAÍS contactou o marido de Rosa Cafendi, no sentido de saber o que realmente se passa e este, por sua vez, explicou que nunca faria tamanha crueldade, uma vez que também vive na referida residência com a sua família. Bonzinho Josué Pedro, Agente de 3ª, explicou que vendeu apenas parte do terreno em que vive com a família, por causa de um negócio que está a fazer para o benefício da mesma família. Apesar de não contar nada à mulher, está a fazer um negócio que precisa de valores investidos para dar certo, pelo que vendeu apenas uma área de 12×10 metros do espaço em que vive com a sua família. “Eu tenho um amigo de infância que é director de uma empresa que me propôs um negócio e achei interessante. Esse dinheiro é mesmo para fazer um negócio para nos sustentar. Nós já vivemos há 19 anos e ela está sempre com a cara trancada quando tento um diálogo. Ela está a mentir, eu também vivo nessa casa, apesar de não nos entendermos bem”, disse o acusado.

  • Abdell Candume

    porquê agora!

  • Julia Ventura

    Bonzinho?????!!! Xeeeeee’e’e’e’!
    S’enganaram-se. Nomi deli e’ Mauzinho.

Últimas Notícias