loader

Research Atlantico: Índice de Produção da Indústria Transformadora aumentou 17,1% no 1º trimestre de 2018

O índice situou-se em 185,7 pontos no período em referência

POR: Atlantico

Espaço angola

Os depósitos obrigatórios dos bancos comerciais no Banco Central fixaram-se em 855,88 mil milhões AOA, uma redução de 6,5% em relação ao mês anterior. • O Índice de Produção da Indústria Transformadora referente ao primeiro trimestre de 2018 aumentou 17,1% face ao trimestre homólogo, ao situar-se em 185,7 pontos.

Espaço Internacional

EUA: A taxa de inflação apurada em Junho atingiu 2,9% em termos homólogos, o que corresponde a uma aceleração de 0,1 p.p. em comparação ao período anterior. Zona Euro: A produção industrial referente ao mês de Maio variou 1,3%, um incremento de 2,1 p.p. face ao nível do mês anterior.

Visão Atlantico

O Índice de Produção da Indústria Transformadora referente ao primeiro trimestre de 2018 aumentou 17,1% face ao trimestre homólogo, ao situar-se em 185,7 pontos. A variação do índice reflecte os aumentos registados na produção nas “Indústrias de bebidas e do Tabaco”, “Indústrias de Madeira” e “Fabricação de Produtos Petrolíferos, Químicos e Outros” de 25,9%, 3,9% e 54,4%, respectivamente. O desempenho positivo do indicador poderá reflectir a redução das dificuldades financeiras, tal como a obtenção de matéria-prima e acesso a água e energia conforme demonstrado na conjutura económica do referido sector, que permaneceu desfavorável durante o período em análise.

Destaca-se que de acordo com os dados preliminares do Produto Interno Bruto de 2017, os produtos da Indústria Transformadora representam 4,4% do PIB total. A taxa de inflação apurada em Junho atingiu 2,9% em termos homólogos, o que corresponde a um aumento de 0,1 p.p. em comparação ao período anterior. O aumento nos preços de “alimentos”, “energia” e “serviços excluindo a energia” em 1,4%, 12% e 3,1%, respectivamente. Destaca-se que o nível apurado é o maior desde Fevereiro de 2012, e poderá reflectir o desempenho positivo da economia nos últimos meses, com particular destaque para os baixos níveis de desemprego em 4% no mês de Junho, e o aumento dos salários por hora em 0,2%, no mês em análise.

 

Últimas Notícias