loader

Suíça desbloqueia USD 60 milhões congelados do fundo soberano

As autoridades suíças desbloquearam cerca de USD 60 milhões dos USD 210 milhões congelados em investigações a suspeitas de lavagem de valores desviados do Fundo Soberano de Angola, anunciou Voz da América citando a procuradoria Suíça.

Em Abril, a procuradoria tinha iniciado investigações criminais na sequência de notícias de que fundos do Banco Nacional de Angola e do Fundo Soberano haviam sido desviados. Durante as investigações, as autoridades passaram buscas a diversos locais incluindo à sede da Quantum Global do empresário suíço-angolano Jean Claude de Morais.

A Quantum Global era associada do Fundo Soberano de Angola e Bastos de Morais é sócio do antigo presidente do fundo, Filomeno dos Santos, filho do ex-Presidente José Eduardo dos Santos. Na altura, foram passadas buscas também à companhia Turtle Management também pertença de Jean Claude Bastos de Morais. Numa declaração ontem emitida, a procuradoria suíça disse que nas investigações inicialmente tinham sido congelados USD 210 milhões em “activos”.

“A procuradoria já descongelou USD 60 milhões do Fundo Soberano de Angola”, disse a declaração. “Os fundos foram descongelados, porque pode ser posto de parte o seu uso por terceiros não autorizados”, acrescentou a declaração. Fundos da Quantum Global foram também congelados nas Maurícias e Inglaterra. Bastos de Morais está proibido de deixar Angola.

PGR já em Luanda

A Procuradoria-Geral da República de Angola, entretanto, em comunicado, anunciou, ontem, a chegada a Luanda, proveniente da Suíça, do o procurador-geral da República, Hélder Fernando Pitta-Groz e a delegação que o acompanha. Na Suiça, o PGR de Angola foi recebido pelo seu homólogo Suiço, com quem manteve uma longa agenda de trabalho. Hélder Fernando Pitta-Groz encontrou- se também com a Ministra da Justiça daquele mesmo Estado. Nos encontros, diz a nota, foram discutidos a cooperação entre as duas autoridades judiciárias, no âmbito da assistência mútua e abordaram as questões operacionais relativas aos processos criminais em instrução na PGR de Angola.

Últimas Notícias