loader

Editorial: O resto é deserto

A capital do país (Luanda) alberga 80 por cento dos estabelecimentos comerciais licenciados no país, informou, esta Segunda-feira, em Luanda, o director nacional do Comércio, Estêvão Chaves. Está tudo dito. Se a maior parte da nossa economia é sustentada pelo comércio, já que a indústria é ainda incipiente, torna-se fácil adivinhar o que vai pelo resto do país, torna-se evidente que o desemprego no resto do país é uma realidade avassaladora e justifica o crescimento acelerado de Luanda. É na capital onde se pode lutar por sonhar. Mas nem por isso se pode dizer que Luanda tenha empregos para todos, nem de longe. Fica, assim, também, explicada a manta de assimetrias que Luanda é, a violência, o exército de indigentes e todos os outros males. Está claro, o resto do país é mesmo deserto.

Últimas Notícias