loader

Escritores angolanos na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

O certame promovido pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) contará com a participação de vários países e juntará às principais editoras, livrarias e distribuidoras brasileiras players internacionais

POR: Augusto Nunes

Marta Santos, Amélia da Lomba, Isidro Sanene e João Canda representarão Angola na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, a decorrer de 3 e 12 de Agosto, sob o lema “Conhecimento: Futuro, Cultura, Empatia, História, Experiência”. Em conversa com OPAÍS, a escritora Marta Santos adiantou que representará Angola no certame em duas palestras sobre literatura infantil, em que será uma das prelectoras.

A primeira será “Minha Fogueira – Minha África” e a segunda, concentrar-se-á no percurso do Rei da Música Angolana, Elias Dya Kimuezo, ao que se seguirá uma sessão de autógrafos de quatro títulos: “A Voz e O Percurso de Um Povo”, “Gita e Outros Contos”, “Fada Clodi”, “Um Sorriso Uma Criança”. A escritora disse sentir-se feliz por participar num certame tão importante, não somente por estar presente na Bienal, mas por fazer parte da comitiva dos escritores africanos que nela marcarão presença. Marta Santos considerou lisongeiro o convite que lhe formulado, visto que a partir do dia 5 os autores africanos terão uma agenda de compromissos, com palestras, encontros com jornalistas e directores da Record TV.

“Teremos várias actividades no cultural Olido,  Faculdade Zumbi dos Palmarés e entrevistas com vários directores da TV”, declarou. A par da Bienal, Marta Santos já está a preparar o seu próximo livro, que sairá em 2019. A obra, que estará também presente nas plataformas digitais, terá a participação de várias mulheres de vários países e retratará a violência doméstica. Será editada em inglês e português, com o lançamento em Angola e no Reino Unido. O evento, com uma programação cultural diversificada, em espaços temáticos exclusivos, receberá, ainda, importantes autores nacionais e internacionais. Durante os 10 dias de Bienal, os visitantes terão ainda a oportunidade de contactar vários autores na “Arena Cultural”, entre outras actividades.

Últimas Notícias