loader

Uíge: Cidadão morto pelo cunhado por causa de herança

A disputa por uma fazenda está na origem deste infortúnio que ocorreu depois dos dois se terem desentendido durante uma reunião familiar.

Ernesto Alexandre Panzo foi espancado até à morte pelo seu cunhado na sequência da disputa pela herança, a fazenda Kimbongo, na comuna da Alfândega, no município de Sanza Pombo, província do Uíge. O crime ocorreu por volta das 9h de Sexta-feira, na referida fazenda, quando os membros da família encontravam-se reunidos para discutirem a divisão dos bens deixados pelo patriarca.

Em declarações a OPAÍS, o porta- voz da Polícia Nacional no Uíge, Xavier Dala, explicou que na sequência do desentendimento para se encontrar o verdadeiro herdeiro da fazenda, os dois entraram em pancadaria, sendo que Ernesto Panzo não aguentou e acabou por sucumbir. O sub-inspector Xavier Dala disse ainda que o presumível autor do crime, identificado apenas por Costa, meteu-se em fuga depois de consumar o acto e até ao momento se desconhece o seu paradeiro.

Camponês morto à catanada por dois irmãos

Ainda nesta parcela do território nacional, o cidadão Adão Alberto Cacombo foi assassinado à catanada por dois irmãos que protestavam contra si por alegadamente ter adquirido uma aparcela de terra. O ambicionado terreno havia sido vendido à vítima por um dos tios dos acusados. Coincidentemente, o camponês Adão Cacombo, de 41 anos, foi igualmente morto numa fazenda, a Flor do Congo, situada no município do Uíge. Xavier Dala revelou que os irmãos Fernando Avelino e Domingos Avelino não terão digerido de forma satisfatória o facto de Adão Cacombo ter comprado o espaço de terra, pelo que, enciumados, planearam e concretizaram o crime de que estão a ser acusados.

A fonte explicou que os acusados já se encontram detidos e nos próximos dias serão apresentados ao Ministério Público. Durante o último fim-de-semana, os efectivos do Comando Provincial da Polícia no Uíge detiveram 11 cidadãos suspeitos de terem praticado diversos crimes. Além dos dois homicídios, destacam- se dois casos de ofensas corporais, sendo um espancamento e outro praticado com recurso a um objecto contundente (pau).

Últimas Notícias