loader

Carlos Morais deixa basquetebol português

O internacional angolano representará, na próxima temporada, um outro clube europeu, fora de Portugal, mas não avançou o nome, assegurando no entanto que as negociações vão bem encaminhadas

POR: Sebastião Félix

O extremo angolano Carlos Morais, que representou por duas épocas o Sport Lisboa e Benfica, assegurou, ontem, a este jornal que tem acordo firmado com um outro clube europeu. O MVP do Afrobasket 2013, na Cote d’Ivoire, “driblou” não adiantando o nome da formação que vai representar na próxima temporada. Mas é ponto assente que será fora de Portugal, dado o interesse que despertou em 2016, quando chegou ao clube encarnado. “Não posso avançar o nome do clube, mas as coisas estão bem encaminhadas”, disse Carlos Morais a “O PAÍS”. O internacional angolano, no primeiro ano em que chegou a Portugal, despertou o interesse de vários clubes europeus.

Como é evidente, o vínculo contratual com os encarnados fez com que o atleta não voasse mais alto na altura. Antes de partir para Lisboa, Carlos Morais jogou no Petro de Luanda e no Recreativo do Libolo do Cuanza-Sul. Com a camisola dos dois clubes, o extremo angolano conquistou vários campeonatos e troféus na competição doméstica. Em 2013, Carlos Morais foi um dos atletas mais importantes na manobra do jogo ofensivo da Selecção Nacional, em Abidjan. Por esta razão, teve uma curta passagem nos Toronto Raptors da NBA, liga de basquetebol mais competitiva do mundo.

Benfica agradece

O Sport Lisboa e Benfica agradeceu o empenho demonstrado pelo internacional angolano pelas duas épocas em que envergou a camisola encarnada. A formação portuguesa deseja sucessos na carreira do jogador, bem como nos próximos desafios, segundo o site oficial do clube. Com a camisola do Benfica, Carlos Morais conquistou cinco títulos, sendo um Campeonato Nacional, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e duas Taças Hugo dos Santos. Além de Carlos Morais, Jean Jacques da Conceição e José Carlos Guimarães também jogaram no Benfica. Os dois jogadores angolanos ganharam vários campeonatos e troféus, por isso foram, nos últimos tempos, homenageados pela direcção do clube encarnado.

Últimas Notícias