loader

Haja hipocrisia!

A psicóloga Encarnação Pimenta acabou por ser a figura central no disse que disse angolano da semana. É citada como tendo dito que a mulher angolana é poliandra. Não foi assim, exatamente, que ela o disse, e nem foi tão definitiva e taxativa.

POR:José Kaliengue

Mas não andou muito longe da verdade para uma boa franja das mulheres do nosso tempo. Portanto, que se calem as virgens fingidas que andam a apelar para o boicote à televisão que emitiu o programa, aos livros da psicóloga, etc.. Estes pudicos de última hora (fingidos, já se sabe) são os mesmos que nem quiseram ouvir no Parlamento uma proposta para a discussão da poligamia em Angola, são os mesmos que mandaram retirar uma peça de arte apenas porque revelava (artisticamente) um órgão sexual. Sãos os mesmos que não se cansam de tirar fotografias sob estátuas de anjos e meninos despidos na Europa. O fingimento levou-os a atacar até a arte. Ora, penso eu, a discussão deveria ter sido levada para a questão da liberdade e da satisfação sexual e amorosa da mulher angolana, se quebrou tabus, se é dona do seu corpo, se sabe viver plenamente a sua sexualidade, com responsabilidade, se lhe adiciona sentimento ou negócio. Há muita coisa a discutir sobre a sexualidade dos angolanos, até para acabar com os abusos e com os enganos com que as pessoas lidam com o sexo. Mas não, o que fica bem é fingir-se de virgem numa sociedade que tem catorzinhas, mangas de dez, tio do iPhone, tio do I10, tio da propina, etc., etc., como se a hipocrisia por si só resolvesse tudo.

Últimas Notícias