loader

Ministério promete pagar subsídios aos bolseiros no exterior

O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), em resposta às notícias divulgadas pela imprensa e redes sociais, sobre as dificuldades financeiras enfrentadas pelos estudantes bolseiros angolanos no exterior, garante que a situação será regularizada imediatamente

Está-se a envidar esforços, em articulação com os parceiros directos do INAGBE, em matéria de transferência de valores, para a regularização imediata do pagamento dos subsídios das bolsas de estudo aos estudantes no exterior do país, segundo uma nota enviada à redacção de OPAÍS.

Aquela instituição justifica que a crise económica e financeira que o país atravessa, e a escassez de divisas estão na base desta situação, pelo que está a ser acautelada em conjunto com o Ministério das Finanças, o Banco Nacional de Angola e o de Poupança e Crédito, que a qualquer momento deverão resolver a situação.

O comunicado esclarece ainda sobre o caso dos estudantes bolseiros na Universidade da Beira Interior, em Portugal, com os quais têm mantido contacto “não só com estes, mas também com os restantes bolseiros de outras instituições de ensino superior, no sentido de honrar os compromissos no âmbito das bolsas de estudo”, lê-se.

O INAGBE programou realizar, nesta semana, uma videoconferência, comos estudantes na Covilhã, para ouvir as suas inquietações e elucidá-los sobre a crise financeira que o país enfrenta e, sobretudo, o que o MESCTI tem feito para cumprir com as suas obrigações institucionais.

Últimas Notícias