loader

Carolina Cerqueira considera Mbanza Kongo uma conquista para os estados membros da CPLP

A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, afirmou na Ilha do Sal, em Cabo Verde, que inclusão do Centro Histórico de Mbanza Kongo na lista do Património Mundial constitui uma vantagem incomensurável para a humanidade.

A governante angolana, que fazia o balanço da participação de Angola, na recém-realizada XII Cimeira da CPLP, na Ilha do Sal, realçou que os chefes de Estado e de Governo congratularam-se, na Declaração de Santa Maria, com a inclusão do Centro Histórico de Mbanza Kongo na lista do Património Mundial, comprovando o grande legado do Património na Memória dos Povos dos Países membros.

Salientou, por outro lado, que a segunda fase do projecto do Património Mundial a ser implementado pelo Ministério da Cultura, a Comissão de Gestão do Zaire e o apoio da Unesco e de países e instituições doadoras abre nova fase de implantação de projectos de desenvolvimento das actividades culturais, de desenvolvimento humano e sustentável para a região. A ministra considerou também que a referência à importância das Bibliotecas e Arquivos na preservação do legado histórico e cultural dos Estados membros vem ao encontro do programa do Executivo angolano no que se refere ao programa de governação no domínio da Cultura para o próximo quinquénio.

A comemoração do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP, outra deliberação aprovada, segundo Carolina Cerqueira, representa a manifestação de afirmação dos países membros e da diáspora na promoção e difusão da criação cultural e artística e garantir a internacionalização dos valores culturais , uma perspectiva universal e aberta. Carolina Cerqueira informou que será abordado com o Instituto de Língua Portuguesa projectos de intervenção cultural para o fortalecimento da língua portuguesa e uma maior interacção com as instituições nacionais afins.

Últimas Notícias