loader

EUA pede à ONU manutenção de sanções para pressionar Coreia do

O secretário de Estado americano Mike Pompeo reuniu-se nesta Sexta-feira (20) com o Conselho de Segurança da ONU e pediu para o grupo manter a pressão sobre a Coreia do Norte.

No seu primeiro encontro com o Conselho, desde a cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un, Pompeo deveria fornecer detalhes sobre os esforços dos Estados Unidos para que a Coreia do Norte abandone os seus programas nuclear e balístico e convencê-los de que manter as sanções são cruciais neste sentido.

Após o encontro entre os líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte, em Singapura, em meados de Junho, Trump garantiu que Kim concordou em desnuclearizar a península, mas não foram dados detalhes específicos do acordo. Após Pompeo viajar a Pyongyang neste mês, para tratar do assunto, a Coreia do Norte queixou-se das exigências americanas para alcançar uma rápida desnuclearização.

A China e a Rússia argumentam que os esforços da Coreia do Norte, após ter reunido com Trump e interrompido os testes de mísseis, devem ser reconhecidos através da suavização das medidas económicas contra ela. Os diálogos de Pompeo com o Conselho em Nova Iorque, no qual participaram também a chanceler sul-coreana Kang Kyung-wha e o embaixador japonês na ONU, Koro Bessho, acontecem depois de a Rússia e a China decidirem esperar seis meses antes de aplicar um corte nas entregas de petróleo refinado à Coreia do Norte, como foi pedido pelos Estados Unidos.

Últimas Notícias