loader

Research Atlantico: Emissão de Bilhetes do Tesouro no mercado primário registou uma redução de 50%, em Junho

O montante colocado situou-se em 22,08 mil milhões AOA

POR: Atlantico

Espaço Angola

O saldo da conta de bens apurado no mês de Junho atingiu um superavit de 2,19 mil milhões USD, uma redução de 19,8% face ao mês anterior.  A emissão de Bilhetes do Tesouro no mercado primário registou uma redução mensal de 50%, situando- se em 22,08 mil milhões AOA em Junho.

Espaço Internacional

EUA: Os pedidos iniciais de subsídio de desemprego reduziram 3,7%, ao longo da segunda semana do mês de Julho, fixando-se em 207 mil solicitações.  Japão: A balança comercial registou um superavit de 721,41 mil milhões JPY, em Junho, que corresponde a uma melhoria de 224% face ao défice apurado no mês anterior.

Visão Atlantico

A emissão de títulos do curto prazo, Bilhetes do Tesouro, no mercado primário registou uma redução mensal de 50%, situando- se em 22,08 mil milhões AOA em Junho. O montante colocado é o menor desde Julho de 2015, e poderá reflectir a melhoria na arrecadação de receitas tributárias por parte dos Estado, fundamentalmente, petrolíferas, e a necessidade da alteração do perfil do vencimento da dívida pública. Ressalta- se, que durante o período em análise, as taxas de juro dos BT’s seguiram tendência decrescente, tendo os BT’s nas maturidades a 182 e 364 dias atingido 16% e 17,9%, que corresponde a reduções de 0,77 p.p. e 1,1 p.p., respectivamente. Por outro lado, registou-se a emissão de BT’s na maturidade de 91 dias, a taxa de 12%, a primeira emissão realizada em 2018.  A balança comercial registou um superavit de 721,41 mil milhões JPY, em Junho, que corresponde a uma melhoria de 224% face ao défice apurado no mês anterior. Em termos homólogos, o superavit aumentou 66,5% com as exportações e importações a variarem 6,7% e 2,5%, respectivamente. Importa ressaltar que o superavit apurado representa o maior desde Março de 2018. Os números surgem numa altura em que o Japão e a União Europeia assinaram um acordo de livre comércio, que poderá resultar em saldos positivos, proximamente.

Últimas Notícias