loader

Cancelado encontro João Lourenço – Kabila

O Presidente da República Democrática do Congo (RDCongo), Joseph Kabila, não confirmou a presença  hoje, segunda-feira, em Angola, para reunir-se com o homólogo angolano, João Lourenço, encontro que acabou por ser cancelado, informou à Lusa fonte do Executivo de Luanda.

 Opaís/Lusa

 A reunião entre os dois chefes de Estado deveria acontecer na província angolana de Benguela, precisamente a cinco meses das eleições presidenciais congolesas de 23 de dezembro, às quais Kabila ainda não disse, oficialmente, que não pretende recandidatar-se.

A agenda deste encontro não era conhecida, mas a reunião aconteceria numa altura em que se mantém a pressão internacional sobre Joseph Kabila, que já cumpriu dois mandatos como Presidente da RDCongo, o máximo permitido pela Constituição do país.

As eleições presidenciais na RDCongo já se deveriam ter realizado no final de dezembro, mas foram adiadas, com a argumentação da instabilidade política que o país tem vivido.

Angola partilha com a RDCongo uma fronteira terrestre de mais de 1.000 quilómetros e tem trabalhado no campo diplomático para a obtenção de um desfecho pacífico para a instabilidade no país vizinho.

Num discurso proferido em 19 de julho, em Kinshasa, Joseph Kabila realçou o seu “compromisso com a Constituição”, mas sem avançar se aspira à reeleição, proibida precisamente pela Carta Magna do país.

Na sua intervenção, que durou praticamente uma hora, Kabila reiterou que a RDCongo “não tem lições a dar ou tão pouco a receber, especialmente daqueles que assinaram a democracia neste país”.

Segundo informação de maio da Comissão Eleitoral Nacional Independente (CENI), estavam inscritos para as eleições de dezembro 599 partidos e 77 coligações de partidos. Entretanto, a CENI definiu o período de 25 de julho a 08 de agosto para o registo das candidaturas eleitorais.

Joseph Kabila está no poder na RDCongo desde 2001, após a morte do pai e antecessor, Laurent Kabila.

Últimas Notícias