loader

Angola quer entrar no BRICS

O Presidente angolano, João Lourenço, afirmou esta Sexta-feira que Angola quer ser integrada no BRICS (bloco de países emergentes que junta Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), beneficiando de ajuda para a reconstrução nacional do país.

Falando na 10.ª cimeira dos BRICS, que decorre na África do Sul, João Lourenço prometeu que Angola irá fazer tudo para entrar na organização: “O vosso exemplo inspira-nos e motiva, a trabalhar com a ambição de almejar o objectivo de um dia se poderem acrescentar outras letras à sigla BRICS”. “Alavancar a estratégia para a parceria económica de África com o BRICS na perspectiva do crescimento inclusivo e da prosperidade compartilhada com o avanço da 4ª. revolução industrial, pode efectivamente potenciar o desenvolvimento sustentável, a inclusão económica, a reforma do Estado, a boa governação, a modernização e desburocratização dos serviços públicos assim como o surgimento da economia digital e do governo electrónico”, afirmou o chefe de Estado angolano.

Por isso, “reitero aqui o apelo feito para que ajudem a República de Angola a superar os constrangimentos ainda existentes para colocar a economia angolana ao serviço do desenvolvimento, do progresso e do bemestar das populações”, disse João Lourenço, um dos chefes de Estado convidados pelos BRICS. “Acreditamos que na actual conjuntura da globalização e das tecnologias da informação e comunicação, os nossos países poderão saltar etapas, encurtando desta forma o caminho do progresso e do desenvolvimento”, adiantou João Lourenço. Nesse sentido, “espero que as conclusões e deliberações nesta cimeira sejam positivas e contribuam para um mundo mais justo e equilibrado e multilateral”, concluiu o Presidente de Angola.

O chefe de Estado, em Joanesburgo, manteve encontros, em privado, com os Presidentes da China, da Rússia e o primeiro-ministro da Índia à margem da plenária da 10ª Cimeira e da iniciativa BRICS Africa. O Presidente João Lourenço marcou presença na qualidade de chefe Estado da República de Angola e presidente em exercício do Órgão de Cooperação Política, Defesa e Segurança (OCPDS) da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC). O OCPDS tem como papel fundamental a manutenção da paz, segurança e estabilidade política, e fortalecimento da democracia e da boa governação na região austral do continente africano. O bloco económico que junta o Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul representa, no seu conjunto, um quarto da área geográfica do planeta, 43% da população mundial e um quinto do produto interno bruto global.

Últimas Notícias