loader

Guterres alerta funcionários e Estados membros que ONU está a ficar sem dinheiro

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, alertou aos funcionários que a entidade está a ficar sem dinheiro e convocou os seus Estados membros a pagarem o que devem o mais rápido possível, segundo cartas citadas pela Reuters Quinta-feira.

Guterres disse em correspondência enviada na Quarta-feira a Estados membros que a 30 de Junho o orçamento da ONU tinha um déficit de 139 milhões de dólares e que a entidade “nunca havia enfrentado uma situação tão difícil no seu fluxo de caixa tão cedo no ano”. “Uma organização como a nossa não deveria ter que sofrer ameaças repetidas de cair na falência. Mas, sem dúvida, a maior dor sentem aqueles aos que servimos quando, por falta de fundos, não podemos responder aos seus pedidos de ajuda”, escreveu Guterres.

Em Dezembro, o comité orçamentário da Assembleia Geral da ONU chegou a um acordo de orçamento de 5,4 bilhões de dólares para 2018-2019, o que a embaixadora norte-americana Nikki Haley disse ser uma redução de 285 milhões de dólares em relação a 2016-2017. A missão de paz da ONU se financia de forma separada. Segundo a ONU, 112 dos 193 Estados membros pagaram até agora as suas partes no orçamento principal. Os Estados Unidos, que são responsáveis por cerca de 22 por cento do orçamento, tradicionalmente pagam mais tarde por conta de seu ano fiscal.

Últimas Notícias