loader

Pyongyang entrega alegados restos mortais de soldados norte-americanos

Um avião militar dos Estados Unidos aterrou numa base aérea sul-coreana, após ter recolhido, na Coreia do Norte, restos mortais de soldados norte-americanos que combateram na Guerra da Coreia.

Um avião militar dos Estados Unidos aterrou ontem, Sextafeira, 27, numa base áerea sul-coreana, após ter recolhido, na Coreia do Norte, alegados restos mortais de soldados norte-americanos que combateram na Guerra da Coreia. O avião aterrou na base aérea de Osan pelas 08h00, de acordo com imagens transmitidas em directo pela televisão sul-coreana, noticiou a agência France-Presse (AFP). Soldados norte-americanos estão presentes no local, onde deverá realizar-se uma cerimónia, indicou. A transferência dos restos mortais de antigos combatentes norte-americanos é um dos primeiros resultados da cimeira entre os líderes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Coreia do Norte, Kim Jong-un, a 12 de Junho passado, em Singapura. Cerca de 7.700 soldados norte- americanos foram dados como desaparecidos durante a Guerra da Coreia, e 5.300 restos mortais estariam ainda na Coreia do Norte.

Quatro milhões de pessoas morreram na sequência da Guerra da Coreia, incluindo 36.000 soldados norte-americanos. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, agradeceu ontem, Sexta-feira, ao líder norte-coreano, Kim Jong-un, a devolução dos restos mortais dos soldados norte-americanos que participaram na Guerra da Coreia (1950-1953). “Depois de tantos anos, este será um grande momento para muitas famílias, graças a Kim Jong-un”, disse Trump através do Twitter. A troca de restos mortais dos soldados foi um dos pontos concretos acordados na cimeira de Singapura que decorreu em Junho entre Donald Trump e Kim Jong-un. A Casa Branca já tinha anunciado que um avião C-17 da Força Aérea dos Estados Unidos, com membros do Comando das Nações Unidas para a Coreia a bordo, recebeu os restos mortais dos soldados na cidade costeira de Wonsan, na Coreia do Norte.

Últimas Notícias