loader

As receitas não petrolíferas colectadas com os Grandes Contribuintes atingiram 264,7 mil milhões AOA

As receitas não petrolíferas arrecadadas no primeiro semestre de 2018, com os Grandes Contribuintes, registaram um aumento de 4% face ao período homólogo, situando-se em 264,7 mil milhões AOA

Espaço Angola

O aperfeiçoamento na capacidade de arrecadação de receitas pela Administração Geral Tributária, o aumento da base tributária e a melhoria nas perspectivas económicas poderão justificar o desempenho positivo na arrecadação das receitas. Destaca-se que o Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2018 prevê arrecadar 1.740,2 mil milhões AOA, com receitas não petrolífera, cerca de 40% das receitas correntes totais previstas.

O Índice de Preços dos Produtos Vigiados (IPPV) referente ao mês de Junho reduziu 3,6% face ao mês anterior. O Índice de Preços dos Produtos Vigiados (IPPV) apurado em Junho diminuiu 3,6% face ao mês anterior, fixando-se em 27.089,25 pontos. A redução dos preços do “Pão Bola” em -18,1%, “Mandioca” em -11,9%, “Fuba de milho” e da “Massa Esparguete” em -11,6%, cada, influenciou o desempenho do indicador.

A diminuição do nível de preços poderá ser explicada pela variação das preferências de compra das famílias, pela melhoria do abastecimento dos produtos de preços vigiados e apreciação das taxas de câmbio no mercado informal. Destaca-se que a redução apurada foi a segunda consecutiva.

A procura pelos Eurobonds em Maio permitiu captar mais 500 milhões USD, em Julho. A significativa procura registada na emissão de Eurobonds em Maio permitiu a reabertura da emissão em Julho, com a captação de mais 500 milhões USD, na maturidade de 30 anos e taxa de 9,375%. Destaca- se que a emissão surgiu na sequência do Decreto Presidencial 49-A/18, de 27 de Abril, que culminou com a arrecadação de receitas no montante inicial de 3 mil milhões USD através dos eurobonds.

A iniciativa recebeu a confiança dos investidores, tendo atingido uma procura de 9 mil milhões USD, o tripulo do valor disponibilizado na altura. Nesta conformidade, a reabertura permitiu colocar mais 500 milhões USD que deverão ser agregados aos 1.250 milhões USD na maturidade a 30 anos. Importa ressaltar que Angola emitiu pela primeira vez Eurobonds em Novembro de 2015. A proposta de Lei das Privatizações deverá ser apreciada proximamente pela Assembleia Nacional. A proposta de Lei de Bases das Privatizações deverá ser submetida, proximamente, à aprovação da Assembleia Nacional, após ter sido apreciada em Conselho de Ministros há 25 de Julho de 2018.

A necessidade de conferir maior eficiência e rentabilidade a algumas empresas do Sector Empresarial Público (SEP) e reduzir a pressão sobre as despesas no Orçamento Geral do Estado, estará na base da preparação das condições para a privatização e reprivatizações de empresas em Angola. Destaca-se que o Executivo pretende privatizar no quinquénio 2018-2022 perto de 74 empresas públicas, segundo o prospecto da segunda emissão de eurobonds ocorrida no mês de Maio.

Espaço Internacional  – EUA

O Índice PMI Manufactureiro da Markit registou um aumento mensal de 0,2% em Julho, ao situar- se em 55,5 pontos. A melhoria reflecte a robustez do ambiente de negócios em geral durante o período em análise, influenciado por uma maior oferta de postos de trabalho e incremento das encomendas nas fábricas.

A economia norte-americana encontra-se num período de recuperação cíclica com um ambiente de ajustamento da política monetária, estímulos fiscais e medidas comerciais proteccionistas, que têm contribuído para o fortalecimento do mercado laboral e estabilidade dos preços.

Japão

O Índice PMI Manufactureiro da Nikkei situou-se em 51,6 pontos no mês de Julho, uma redução de 2,6% face ao mês de Junho. Os constrangimentos ambientais estão a penalizar a confiança dos investidores e a contribuir negativamente para o desempenho do índice.

A redução do desempenho do indicador poderá reflectir a redução na produção indústria, em consequência das perspectivas em relação ao impacto do conflito comercial entre as principais economias mundiais, que contribuiu para que o Fundo Monetário Internacional revisse em baixa a perspectiva de crescimento do Japão em 0,2 p.p., para 1,0%, no ano corrente.

Destaca-se que o índice atingiu o menor nível desde Novembro de 2016.

Alemanha

O índice do instituto Ifo que avalia o clima de negócios, atingiu 101,7 pontos em Julho, uma redução de 0,1% face ao mês anterior. O índice que mede a confiança e a expectativa na evolução da economia no curto prazo, poderá estar a ser condicionado pela redução da variação da confiança no sector manufactureiro, de venda a grosso e a retalho em 1,4 p.p. e 1 p.p., para 22,4% e 10,4%, respectivamente.

Por outro lado, a economia alemã continua a crescer, embora a um ritmo menor, o que poderá estar a condicionar as expectativas dos investidores. Importa ressaltar que o nível apurado representa o menor desde Março de 2017.

Últimas Notícias