loader

CEEAC e CEDEAO definem estratégias contra o terrorismo

A cimeira conjunta dos chefes de Estado e de Governo da CEEAC e da CEDEAO acontece hoje, Segunda-feira

Texto de: Rila Berta, em Lomé, Togo

Angola participa hoje em Lomé, Togo, na primeira cimeira conjunta entre a Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) e a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) com uma delegação chefiada pelo vice-presidente da República, Bornito de Sousa, em representação do Presidente da República, João Lourenço.

No Sábado, 28, realizou-se a reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros e Cooperação da CEEAC e da CEDEAO. O secretário de Estado para a Cooperação, Domingos Vieira Lopes, em declarações à imprensa angolana depois do encontro, explicou que a cimeira representa o primeiro exercício de duas organizações africanas, numa altura em que o continente vive momentos difíceis devido às acções terroristas e tráfico ilegal de pessoas.

Segundo o membro do Governo angolano, as organizações vão procurar harmonizar em termos de acções comuns o combate à droga, ao terrorismo e a prevenção de segurança das populações que vivem nestes países.

Referiu também ter sido analisada, na reunião de Sábado, a possibilidade de o combate ao terrorismo em África passar a ser essencialmente suportado a nível financeiro pelos países membros destas duas organizações. “Temos de acautelar esta situação, porque no combate ao terrorismo teremos que ter dinheiro para poder levar a cabo este combate com a certeza de que poderemos garantir algo sustentável”, afirmou.

A comitiva de Angola na reunião foi chefiada pelo secretário de Estado da Cooperação, Domingos Vieira Lopes, e integrou os secretários de Estado da Defesa e do Interior, respectivamente Afonso Carlos Neto e Bamokina Zau, e os representantes de Angola na CEEAC, Toco Serão, e na CEDEAO, Eustáquio Januário Quibato.

A reunião ministerial prepara a cimeira conjunta de Chefes de Estado e de Governo da CEEAC e da CEDEAO. Entre os dias 10 e 11 do corrente realizou-se nesta mesma cidade a reunião de peritos, em que foram apresentados relatórios sobre a situação da segurança dos dois blocos regionais, em particular dos Camarões, Chade, Mali e Nigéria. Angola é membro de pleno direito da CEEAC desde 1999.

Últimas Notícias