loader

No aproveitar está o ganho

João Lourenço tem investido num discurso que apela à vinda do investimento estrangeiro ao nosso país. Fala da melhoria do ambiente de negócios, de apoios a quem investir no interior. Tem pressa, o Presidente, e não é para menos, e não tem alternativa.

POR: José Kaliengue

O apelo presidencial, aos poucos, parece começar a ter resposta, basta vermos como os embaixadores de vários países em Angola se têm deslocado em trabalho de sapa a províncias do interior. Ora é o embaixador sul-coreano, ora o espanhol, o chinês, o israelita, e outros, que têm visitado várias províncias e feito um levantamento das condições e oportunidades para as empresas dos seus países. Fazem a sua parte e fazem bem, é assim que devem servir os seus respectivos Estados. Malanje, com as suas barragens e o potencial hídrico de irrigação delas resultante, e também com o potencial turístico, e ainda a proximidade a Luanda e às zonas de diamantes é uma das plataformas escolhidas. A província poderá receber um bolo interessante de investimentos estrangeiros. Só falta o Presidente animar o investimento nacional, seja ele em que dimensão for, para que cresça com os outros, para que sirva de fornecedor e parceiro de negócios, tão só porque não se faz país a viver do bolso alheio.

Últimas Notícias