loader

Presidente da República recomenda diplomacia actuante

O chefe de Estado, João Lourenço, reiterou ontem, Quinta-feira, em Luanda, a necessidade de os embaixadores de Angola, nos diferentes países, empenharem-se na promoção da imagem do país e realizarem uma diplomacia actuante.

João Lourenço falava na cerimónia de empossamento dos embaixadores nomeados para o Congo, Japão e Rwanda, respectivamente Vicente Muanda, Rui Xavier e Eduardo Octávio. Para si, com a indicação destes diplomatas, Angola pretende reforçar os laços de amizade e de cooperação já existentes com estes países. Recordou as orientações fundamentais do Governo angolano transmitidas aquando da abertura, em Maio, da reunião de embaixadores. Na altura, o Presidente da República referiu que na agenda da diversificação da economia é necessário trabalhar para tornar a diplomacia mais eficiente e virada para a promoção da boa imagem do país, captação do investimento privado estrangeiro e promoção de Angola como destino turístico.

Perspectiva dos novos embaixadores

Para o embaixador de Angola no Congo, Vicente Muanda, é fundamental o fortalecimento das relações de cooperação entre os dois estados. Segundo o diplomata, que falava à imprensa, na base da sua actuação como embaixador estarão sempre as orientações do Chefe de Estado angolano. Por sua vez, Rui Xavier, embaixador no Japão, realçou a importância deste país membro do Grupo dos Sete (G7) que se destaca pela robustez económica. “Vamos (…) absorver o que de melhor o Japão tem para Angola”, afirmou o embaixador que já exerceu funções diplomáticas em Portugal e na Itália. Também empossado pelo Presidente da República, o embaixador de Angola no Rwanda, Eduardo Octávio, referiu que as relações entre os dois estados têm sido concretizadas no âmbito bilateral.

Últimas Notícias