Bispo da Pensilvânia divulga nomes de 71 padres acusados de abuso sexual

A diocese católica de Harrisburg, na Pensilvânia (EUA), divulgou uma lista de 71 padres e outros membros da Igreja acusados de abuso sexual de menores e anunciou que retirará os seus nomes de todos os edifícios ou salas pertencentes à Igreja que os tenham recebido como forma de homenagem.

A decisão foi anunciada na passada Quarta-feira pelo bispo Ronald Gainer. “Sei que a decisão de retirar os nomes dos bispos e dos clérigos pode ser controversa, mas como bispo acredito fortemente que os líderes da diocese devem ter um padrão mais elevado e devem preservar os símbolos honorários tendo como principal interesse a reconciliação”, afirmou Gainer, que foi nomeado bispo pelo Papa Francisco em 2014. A lista de 71 nomes pode ser consultada online.

Leio a informação criada nesta lista com muita tristeza, pois mais uma vez somos confrontados com o horror de crianças inocentes que foram vítimas de actos graves. Sinto-me triste porque sei que por trás de cada história está o rosto de uma preciosa criança à luz de Deus. Uma criança que foi magoada pelos pecados daqueles que deviam comportar-se melhor”, pode ler-se no comunicado divulgado pela diocese. A diocese de Harrisburg renovou ainda o seu site, a que chama agora “Youth Protection” (Proteção dos Jovens) tornando a defesa dos menores o seu objectivo principal.