loader

Antunes Huambo e João Lineha sondados para autarcas de Menongue

Dois políticos do MPLA, naturais do Cuando Cubango, da etnia ngangela, estão a ser sondados para candidatos a futuros autarcas do município de Menongue, capital da província, nas eleições autárquicas de 2020.

Texto de: Ireneu Mujoco

Antunes Fernandes Huambo, actual administrador da Cidade Universitária, em Luanda, que engloba um conjunto de 22 bairros, e João António Lineha, actual deputado da Assembleia Nacional pelo círculo provincial da província do Cuando Cubango, terão recebido propostas para se candidatarem a liderar a futura Câmara Municipal de Menongue.

Segundo fonte de OPAÍS, a escolha destes jovens políticos para dirigir o município sede da província, naquilo que parece já uma guerra de bastidores, passa pelo reconhecimento que ambos obtiveram durante os seus mandatos a nível do seu partido, o MPLA, nesta província.

Autoridades tradicionais e sociedade civil local são os que pretendem que disputem a candidatura a autarca da antiga vila de Serpa Pinto, em detrimento de João Baptista Tchindandi, antigo governador da província no quadro do Governo de Unidade e Reconciliação Nacional(GURN).

Sobre Tchindandi, actualmente membro do Conselho da República, pesa o facto de não ser um militante do MPLA de inteira gema. A sua filiação aconteceu após ter sido afastado do cargo de governador, com o fim do GURN, divorciando-se do seu antigo partido, a UNITA.

É tido, segundo fonte deste jornal, como tendo sido o comandante das FALA, antigo braço armado da UNITA, que dirigiu várias batalhas naquela região, razão pela qual não lhe nutrem simpatia no seio do seu novo partido.

De acordo com a mesma fonte, familiarizada com o assunto, apesar de Tchindandi, antigo professor primário, jurar fidelidade ao MPLA, têm-no apenas como um militante, ou seja, quadro que está mais preocupado com a manutenção do seu cargo no Conselho da República do que propriamente com as ideias do partido. Outro motivo é o facto de ter tido um dirigismo tido pela fonte como não satisfatório enquanto governador do Cuando Cubango.

Mutindi fora da corrida

Entretanto, a fonte, alegadamente citando as autoridades tradicionais e sociedade civil do Cuando Cubango, estas descartam apoiar uma eventual candidatura do actual governador Pedro Mutindi.

Cuando Cubango, da etnia ngangela, estão a ser sondados para candidatos a futuros autarcas do município de Menongue, capital da província, nas eleições autárquicas de 2020.

Para as autoridades tradicionais e a sociedade civil, adianta a fonte, Mutindi só continua à frente do Governo da Província do Cuando Cubango por imperativo partidário. Por isso, a realização de autarquias permitirá que a população escolha um candidato a autarca que reúna o perfil desejado pelos munícipes para dirigir Menongue, adianta a fonte.

Piedoso chimuco

Questionado sobre uma eventual candidatura do empresário Elias Piedoso Chimuco, a fonte disse que, por enquanto, os nomes citados na praça pública são o de Antunes Huambo e João Lineha. Cauteloso nas suas afirmações, a fonte reconhece o peso empresarial de Chimuco, mas argumenta que não tem a trajectória política dos dois “jovens turcos” do MPLA, que cedo começaram a nadar na política.
antunes huambo confirma contacto Contactado por OPAÍS sobre o assunto, o actual administrador da Cidade.

Para as autoridades tradicionais e a sociedade civil, adianta a fonte, Mutindi só continua à frente do Governo da Província do Cuando Cubango por imperativo partidário. Por isso, a realização de autarquias permitirá que a população escolha um candidato a autarca que reúna o perfil desejado pelos munícipes para dirigir Menongue, adianta a fonte.

Piedoso chimuco

Questionado sobre uma eventual candidatura do empresário Elias Piedoso Chimuco, a fonte disse que, por enquanto, os nomes citados na praça pública são o de Antunes Huambo e João Lineha. Cauteloso nas suas afirmações, a fonte reconhece o peso empresarial de Chimuco, mas argumenta que não tem a trajectória política dos dois “jovens turcos” do MPLA, que cedo começaram a nadar na política.

 

 

Últimas Notícias