loader

Editorial: medo múltiplo

Não vão seis meses ainda desde que parte da sociedade se mobilizou em apoio ao agente do Sic fi lmado por uma cidadã a executar um presumível criminoso na via pública. o jovem abatido estava no chão, indefeso, desarmado. o povo demonstrou detestar criminosos. o povo quer segurança, paz social. Na altura, o sentimento de insegurança na sociedade era elevado. Agora, a notícia não poderia ser pior, agentes do Sic detidos por terem furtado a um cidadão mais de trinta milhões de Kwanzas. As autoridades fi zeram o seu trabalho, retiraram criminosos da rua. e isso deveria contribuir para a sensação de segurança, mas a ideia de qualquer um se poder deparar com um polícia criminoso em nada ajuda. o desconforto e o medo se multiplicam por muitas vezes.

Últimas Notícias