loader

Aretha Franklin Rainha da Soul, voz gloriosa da América morre aos 76 anos

Morreu esta Quinta-feira, 16, aos 76 anos, a cantora, compositora e pianista norte-americana, Aretha Franklin. As causas da morte ainda não são conhecidas.

Sabe-se apenas, que 2010, surgiram rumores, substantivos mas nunca confirmados, de que Aretha Franklin sofria de cancro no pâncreas.Um ano depois, a cantora assumiu ter sido submetida a uma cirurgia “complicada”, sem nunca revelar a doença de que padecia.À revista The New Yorker, “amigos” da cantora revelaram que Aretha Franklin nunca admitiria sofrer de cancro, mesmo que os rumores fossem verdadeiros. “Nem no seu leito de morte”.

Vencedora de 18 prémios Grammy, Aretha deixou um legado assombroso na música. Foi a primeira mulher a entrar no Rock and Roll Hall of Fame, lista de referência que reconhece os mais notáveis intervenientes da história da música americana, e vendeu mais de 75 milhões de discos.

A revelação atesta na perfeição o carácter da cantora. Mulher afirmativa, que transformava as muitas inseguranças pessoais em posições de força (segundo os mais críticos, era igualmente célere a transformar dor em ira), Aretha Franklin mostrou-se sempre reticente a expor vulnerabilidades em público.

Foi a estratégia de defesa possível para sobreviver numa indústria musical e numa sociedade norte-americana dominadas por homens e executivos brancos, um setor em que ser mulher negra exigia identidade forte.

Últimas Notícias