loader

Carta do leitor: Mentalidade kaluanda tem de mudar

Saudações Há momentos em que temos mesmo de apelar a uma dose muito grande de paciência na nossa cidade de Luanda. Não me refiro apenas aos problemas que todos nós já sabemos, como as estradas esburacadas, as montanhas de lixo, e as lagoas pequenas e grandes que encontramos em praticamente todas as ruas, sejam elas asfaltadas ou não.

POR:António Vargas Herédia
Luanda

O que muito me irrita em Luanda é o comportamento das pessoas. Desculpem, mas para mim Luanda ainda não é uma cidade civilizada. No trânsito, além de vermos carros de onde salta tudo o que é lixo, há aqueles que andam pelas bermas e passeios com a maior cara de pau. Há aqueles que não respeitam os sinais e as regras da estrada. E há os terríveis kupapatas, os senhores das motos que se julgam imortais. Não sei quantos luandenses partilham isso comigo, mas não há nada mais inervante que estarmos a fazer uma curva para a direita e, de repente, vemos que afinal estamos a ir contra uma moto que nos está a ultrapassar. Há situações na estrada em que, andando na minha mão, preocupo-me com tudo, menos com aquele lado. E se um dia matar alguém? Lá virão os justiceiros populares, desocupados, agredir-me e partir-me a viatura. Provavelmente matam-me também. E há aqueles que acham que toda a cidade é uma casa de banho, urinam em qualquer lugar. Acho que é o nosso comportamento que está na base dos problemas que a cidade tem, mais, mas mesmo nuito mais do que as falhas dos governantes, que também se portam mal.

Últimas Notícias