loader

Zé Carlos deixa Selecção Nacional por razões financeiras

Falta de salário e questões de ordem organizacional, técnica e administrativa obrigaram o adjunto do cinco nacional de William Voigt a abandonar o barco, segundo fontes deste jornal.

O técnico adjunto da Selecção Nacional séniores masculina de basquetebol, José Carlos Guimarães, colocou ontem o cargo à disposição por falta de salário, segundo fontes do órgão que rege a modalidade no país.O adjunto de William Voigt, desde que regressou ao cinco nacional, ainda não recebeu qualquer ordenado. De acordo com as fontes do O PAÍS, os treinadores americanos não têm atrasos salariais, mas nunca estão presentes.

Alias, nas eliminatórias de acesso ao Mundial da China em 2019, disputado no Cairo, no Egipto, em Junho, William Voigt não esteve presente. O técnico norte-americano enviou um dos seus compatriotas para cobrir o seu lugar no palco da competição. Segundo as fontes deste jornal, José Carlos Guimarães encarou esta atitude como uma autêntica falta de respeito por parte da direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB).

No torneio da China, realizado em Julho, José Carlos Guimarães foi reduzido a um estatístico naquela competição. Os americanos, por incrível que pareça, não davam atenção aos adjuntos, e isso era feito na presença de um dos vice-presidente da FAB. Os factos e as constantes faltas de respeito levaram o técnico adjunto a tomar esta decisão, uma vez que o basquetebol angolano tem história e é respeitado, segundo as fontes deste jornal. O jornal O PAÍS ontem tentou ouvir a direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), mas sem sucesso.

Últimas Notícias