loader

Ministro do Interior saúda heroísmo da Polícia de Guarda Fronteira

O ministro do Interior, Ângelo Veiga Tavares, destacou em Luanda o heroísmo dos efectivos da Polícia de Guarde Fronteiras pelo sacrifício e dedicação consentidos na defesa e integridade territorial, numa altura em que a sua corporação comemorou ontem, Domingo, o seu 40º aniversário de criação

“É digno assumir aqui e agora que os combatentes da Polícia de Guarda Fronteira são autênticos heróis. Pois, apesar das difíceis condições em que trabalham, continuam a cumprir com patriotismo a sua missão, garantindo que o nosso pais continue uno e indivisível, frustrando várias tentativas de subversão da ordem e segurança públicas e apoiando também as populações na resolução dos seus problemas”, frisou o governante, que discursava no acto que marcou a efeméride no Instituto Superior de Ciências Policiais “Osvaldo Serra Van Dúnem”.

Por seu turno, o comandante interino da corporação, comissário Calulo Inácio, garantiu que o seu efectivo vai continuar a redobrar esforços para o cumprimento da missão que a pátria lhe confiou.

“Há 40 anos, num dia como hoje, nascia no mosaico das instituições do Estado angolano a direcção das tropas de guarda de fronteiras, cuja trajectória foi caracterizada por desafios e dificuldades, que ultrapassou incólume, até tornar-se hoje em Polícia de Guarda de Fronteiras.

Nesta data tão importante para todos os efectivos deste comando, muitos deles entrincherados neste momento em prol da protecção da soberania nacional, as nossas primeiras palavras são de sublime e profundo agradecimento ao povo angolano e, em especial, os residentes fronteiriços, que há 40 anos apoiamnos em todas as dimensões”, sublinhou.

No acto, foram outorgados com diplomas de mérito os antigos comandantes da Policia de Guarda Fronteira bem como os membros da corporação que completaram 40 anos de serviço.

Foram igualmente agraciados com a medalha comemorativa dos 100 anos de serviço de segurança da fronteira da Rússia, o ministro do Interior, o comandante geral da Policia Nacional, o seu segundo comandante e o comandante em exercício da Policia de Guarde Fronteiras. Procedeu à entrega das condecorações o membro daquela corporação russa, o tenente Vladimir Larisso, que garantiu o empenho do seu país e da sua corporação no apoio à Polícia de Guarda de Fronteira angolana.

Últimas Notícias