loader

Carta do leitor: Perigo! drogas nas escolas…

Muito bom dia Sr. director deste jornal e a sua equipa de profissionais. A minha carta vem colocar a nú uma realidade, que em Luanda domina o ambiente das escolas, tanto privadas (colégios) ou públicas, onde o consumo de drogas é alarmante.

POR: Madaleno Assis.

Principalmente em colégios de alto custo, onde os alunos, cujos pais são de alta renda, se dão ao luxo de gastar “fortunas” em drogas que, em companhia de colegas, consomem geralmente no interior do recinto escolar, às escondidadas é claro, mas com o passivo conhecimento dos seus responsáveis, principalmente os vigilantes e os professores. Sabe-se que esse mal vem acabando com a alegria de viver de muitos adolescentes e roubando a paz de muitos encarregados de educação, que viciaram os filhos com benesses e hábitos de consumo desviantes, incluindo dólares, e outros luxos de meninos que muito cedo aprenderam que a vida pode ser um filme: Que pode ser também de terror. Eles, os meninos chegam ao colégio, e muitas vezes com a ajuda dos próprios guardas, compram a droga que com eles repartem. Daí começa o filme, ora no próprio recinto escolar, ora nas suas redondezas, onde eles, meninos na flor da idade, incluído meninas, se dão aos prazeres que as drogas oferecem. Drogas de todos os pesos e preços. De todas as cores e sabores, que os tornam os futuros escravos de um vício que os vai retirar da vida normal e desnortear os pais. Muitas escolas e colégios, são bem conhecidos pela sua fama de terem alunos que consomem drogas aos olhos das próprias instituições, que fingem ver. E com o tempo, quando os sinais se tornam notáveis e o menino já está “apanhado” pelo vício, os encarregados de educação conhecem o verdadeiro calvário de ver o próprio filho, bem educado e bem criado, transformado numa ruína humana. É triste e dói…

Últimas Notícias