loader

Trump acusa China de hackear e-mails de Hillary Clinton

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em publicação no Twitter, ontem, Quarta-feira, que a China hackeou emails da candidata à Presidência pelo Partido Democrata em 2016, Hillary Clinton, mas não forneceu qualquer evidência ou informação adicional.

‘E-mails de Hillary Clinton, muitos dos quais são informações confidenciais, foram hackeados pela China. O próximo passo precisa ser do FBI ou do Departamento de Justiça ou, depois de todos seus outros erros (Comey, Mc- Cabe, Strzok, Page, Ohr, Fisa, Dossiê Sujo), a sua credibilidade desaparecerá para sempre”, escreveu Trump no início da madrugada desta Quarta-feira. Na noite de Terça-feira, Trump escreveu na rede social: “A China hackeou o servidor privado de e-mail de Hillary Clinton. Tem certeza que não foi a Rússia (só brincando!)?

Quais são as chances de o FBI e do Departamento de Justiça estarem cientes disso? Na verdade, uma história muito grande. Muita informação confidencial”. Falando em Pequim, a porta- voz do Ministério de Relações Exteriores da China, Hua Chunying disse que as acusações de Trump não representam nada de novo. “Esta não é a primeira vez que escutamos alegações desse tipo”, disse Hua a repórteres. “A China é uma forte defensora da cibersegurança. Nós nos opomos firmemente e repreendemos qualquer forma de ataques pela Internet e o roubo de segredos”, acrescentou, sem mencionar directamente Trump ou Hillary.

Últimas Notícias