loader

Sai só, mano!

Depois de me ter deparado com as declarações de Manuel Fernandes, um dos vice-presidentes da CASACE, agora suponho que vice-coordenador, percebi, uma vez mais, que em política não existem amigos. Se existirem, serão muito poucos.

POR:José Kaliengue

Eu tinha Manuel Fernandes como um dos indefectíveis de Abel Chivukuvuku, e também um dos mais gratos. A sua carreira política, e de muitos outros, foi salva pela perspicácia e por associação aos nomes de Abel Chivukuvuku e André Mendes de Carvalho. Disto não tenho qualquer dúvida. Boleia pura. Abel e os outros independentes da CASA-CE, digo-o uma vez mais, erraram ao se terem mantido independentes por demasiado tempo na coligação. Tal como se forma, uma coligação de partidos pode desfazer-se a qualquer momento. Levá-los às costas (aos partidos) não chega. Se eles saem, de repente, os ditos independentes ficam sem nada. E atenção à lei angolana. Aos independentes da CASACE, com Abel e Miau à cabeça, resta assumir a criação de um novo partido, ao qual os outros terão de se associar se quiserem sobreviver. Aliás, tecnicamente, já nem têm de o que sair. Ou Abel se desfaz da CASACE, ou vai com ela ao fundo. E quanto mais tarde, pior será. As autárquicas estão já aí, amanhã.

Últimas Notícias