loader

Editorial: É para aproveitar

Nos últimos dias, pela mão do clube primeiro de Agosto, o estádio 11 de novembro voltou a parecer um estádio de futebol, com cerca de metade da sua lotação esgotada, coisa que não se via há muito tempo.

Talvez a federação de futebol e os clubes devessem olhar para este “fenómeno” e tirar alguma lição, alguma ideia que fizesse reacender a paixão por ir ver um jogo de futebol no campo.

Se houver massa cinzenta, seguramente que não é impossível. Já agora, os descampados com montes de terra e as construções de chapas coladinhas ao estádio não ajudam nada. Estão a transformar o 11 de novembro num Musseque.

Últimas Notícias