loader

Igrejas reconhecidas devem ser transformadas em instituições públicas

A proposta é do secretário da UNITA na província do Huambo, Liberty Chiyaka, quando apresentava, quarta-feira, nesta região, o tema “a política e a religião”, durante o 1º simpósio sobre a religião, promovido pelo Instituto Superior Politécnico Sol Nascente.

As igrejas legalmente reconhecidas em Angola devem ser transformadas em instituições de utilidade pública, para que as mesmas possam contribuir activamente no desenvolvimento social do país.
Segundo o político, estas igrejas ao serem convertidas em instituições de utilidade pública passariam a receber financiamento do Governo para materialização das suas acções sociais, sobretudo no domínio da educação, formação profissional e assistência sanitária, complementando o papel do governo.
Liberty Chiyaka, deputado à Assembleia Nacional pelo círculo provincial do Huambo, dentro dos desafios de reconstrução e desenvolvimento do país é preciso formar um homem novo, aquele que tem a ciência e a consciência de bem servir e que terá a noção da busca pelo interesse comum e protecção do património público.
Nesta vertente, disse, é fundamental que o Estado se sirva da missão nobre das igrejas, de realizar a pessoa no plano espiritual do ponto de vista moral e ético, salientando que a educação e a formação dos cidadãos não pode ser tarefa exclusiva do governo mas, sim, compartilhada com as instituições religiosas legalmente instituídas, enquanto reservas morais da sociedade.
“A igreja tem uma dimensão fundamental na construção da pessoa e falar de uma educação integral para os angolanos é necessário usar da experiência desta organização social para concretizar este grande desiderato”, admitiu.

Últimas Notícias