loader

Vice-presidente da República chega ao Cuito para presidir acto central do 17 de Setembro na província do Bié

 O Vice-presidente da República, Bornito de Sousa, chegou a instantes na cidade do Cuito, província do Bié, a fim de presidir, segunda-feira, ao acto central do Dia do Fundador e Herói Nacional, celebrado anualmente a 17 de Setembro.

Bornito de Sousa foi recebido, no aeroporto Joaquim Kapango, pelo governador provincial, Alfredo Pereira, por membros do Executivo e representantes de várias denominações religiosas, autoridades tradicionais, entre outras entidades.
Nesta província do planalto central, Bornito de Sousa representa o Chefe de Estado angolano, João Lourenço, na homenagem ao primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto.
Ainda hoje, domingo, Bornito de Sousa vai efectuar visitas a infra-estruturas de impacto sócio-cultural, com destaque para a administração municipal do Cuito, centro infantil e Casas Lares, e reunir com os membros do conselho de auscultação social.
De acordo o programa das actividades, durante a sua estada na província do Bié, o vice-presidente da República manterá encontros com representantes do poder local, com realce para o governador da província, Pereira Alfredo, entidades tradicionais e demais membros da sociedade.
Bornito de Sousa tem também programadas visitas a locais de interesse, como a Ombala Ekovongo, o Aeroporto “Joaquim Kapango” e uma exposição das potencialidades agrícolas dos municípios da província do Bié.
Homenagem ao Fundador da Nação
No quadro do 17 de Setembro, o Vice-presidente da República vai depositar, neste domingo, uma coroa de flores no cemitério monumento do Kuito, capital da província do Bié, um tributo a todos que lutaram pela independência e paz para Angola.
A deposição de coroa de flores se enquadra no 96º aniversário do fundador da nação, António Agostinho Neto, cujo acto central decorre na segunda-feira, na cidade do Cuito (Bié).
A mesma será testemunhada pelo novo governador provincial, pelo governador cessante, Boavida Neto, por membros do Executivo e deputados à Assembleia Nacional, representantes de várias denominações religiosas, autoridades tradicionais, entre outras entidades.
António Agostinho Neto foi um médico, escritor e político angolano. Proclamou a independência de Angola a 11 de Novembro de 1975 e, na sequência, tornou-se no primeiro Presidente da República.
Nascido aos 17 de Setembro de 1922, em Kaxikane, no município luandense do Icolo e Bengo, Agostinho Neto faleceu a 10 de Setembro de 1979, em Moscovo, Rússia.

Últimas Notícias