Iniciativa: Artista Álvaro Sampaio advoga integração de crianças nas artes plásticas

O artista plástico angolano Álvaro Sampaio defendeu a integração de mais crianças e adolescentes nas oficinas de pintura, para despertar o talento pelo desenho desde cedo e, com isso, promover a inclusão social.

O artista disse não ter dúvidas de que ensinar as artes plásticas ajudaria a estimular a imaginação dos petizes, afastando-os assim da tendência para a delinquência infanto- juvenil, um fenómeno a ganhar proporções alarmantes em comunidades da província.

Citou, como exemplo, o “Atelier Álvaro Sampaio e Pupilos”, de que é mentor, no bairro 70, arredores da cidade de Benguela, que tem inscrito neste momento 22 crianças, dos 12 anos em diante que, através do contacto com a arte, desenvolvem as suas potencialidades.