Espanha recolheu mais 675 migrantes no Mediterrâneo

As equipas espanholas de salvamento no mar recolheram, este fim de semana, nas águas entre Marrocos e Espanha, 675 migrantes.
No sábado foram socorridas 405 pessoas; no domingo mais 270, entre elas sete crianças e mesmo bebés. São migrantes oriundos essencialmente da África subsariana ou do Magrebe. Foram recolhidos de barcos de borracha e todos terão sido resgatados. Não há notícia de perdas de vidas.
Segundo a Organização Internacional para as Migrações, (OIM) desde o início do ano chegaram ao continente europeu 99.722 migrantes. A maioria foi recolhida em Espanha – quase 41 mil pessoas -; mais de 35 mil na Grécia e mais de 21 mil em Itália.Os números cairam para metade relativamente ao ano de 2017, em que foram recolhidas na Europa quase 187 mil pessoas. Entre janeiro e setembro deste ano, 1700 pessoas perderam a vida na travessia do Mediterrâneo.