Líder norte-coreano pede visita do papa Francisco a Pyongyang

O líder norte-coreano, Kim Jong un, vai pedir, através do presidente sul-coreano, ao papa Francisco que visite Pyongyang, informou hoje um porta-voz oficial da Coreia do Sul.

O convite será feito pelo Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, durante uma viagem à Europa que vai realizar na próxima semana e que inclui uma visita ao Vaticano.
Segundo o porta-voz da Coreia do Sul, Kim Eui-kyeom, Moon vai entregar o convite do líder norte-coreano quando se encontrar com o papa.
“O presidente Moon sugeriu ao presidente Kim a reunião com o papa, destacando que este está muito interessado na paz na península coreana”, disse o porta-voz, citado pela imprensa local.
Kim Jong un, de acordo com a fonte, “disse que dará as boas vindas ao papa se ele visitar Pyongyang”.
Moon e Kim encontraram-se três vezes este ano, a última das quais em Pyongyang em setembro passado.
O porta-voz acrescentou que durante o encontro com o papa, o presidente sul-coreano vai tentar obter o apoio do Vaticano a favor da paz e da estabilidade na península coreana.
O papa Francisco divulgou anteriormente mensagens de apoio ao diálogo entre as duas Coreias e à cimeira histórica realizada a 12 de junho, em Singapura entre o líder norte-coreano e o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
O papa Francisco visitou a Coreia do Sul em agosto de 2014.