loader

Luís Nunes exonera quadros nomeados por Tchipingui

Seis dos afastados estavam nos cargos há apenas seis meses.

O governador , Luís Manuel da Fonseca Nunes, afastou 9 responsáveis que ocupavam cargos no governo provincial e em três administrações municipais da Huíla.
Em despachos datados de Terça-feira (9),  a que  OPAÍS teve acesso,  o governador Luís Nunes, exonerou António Ngongo Teodoro da Conceição, do cargo de director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística do Governo Provincial de Huíla, Joaquim Barbante Tyova, do gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos e Lutero Campos , que atendia o gabinete da Agricultura Pecuária e Pescas.
O governador da Huíla usou também os poderes que lhe são delegados pelo Presidente da República para afastar do cargo director do Gabinete Jurídico e de Intercâmbio, Nivaldino Cassiano dos Santos.
Com base nos mesmos despachos, Armando Baptista dos Santos Vieira, deixou de exercer o cargo de administrador do município do Quilengues enquanto que Mariana Chiloca Soma, deixou o município de Caconda onde exerceu o cargo de administradora desde 2016.
Hélder Quintino da Fonseca Lourenço, foi afastado do Gabinete de Inspecção do governo da Huíla.
O governador provincial exonerou também Francisco João Barros Leonardo da administração municipal do Lubango, onde exercia funções desde 2014, e Wilson Hermenegildo  António André do cargo de secretário-geral do Governo Provincial.
Noutros despachos, o governador provincial nomeou Ana Maria Teresa Mainga, para o cargo directora adjunta do Gabinete do Governo provincial, Manuel Miguel Luzolo, para director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística e André Manuel Sampaio Adriano que passa a exercer o cargo de director do gabinete do governador provincial da Huíla.

Últimas Notícias