celebridades: Tina Turner revela que ex-marido a levou a um bordel na sua noite de núpcias

Numa entrevista ao Daily Mail, a cantora norte-americana falou sobre o ex-marido Ike Turner, da noite de núpcias e ainda como a experiência não foi nada do que tinha imaginado.

Tina Turner, actualmente com 78 anos, abriu mais um capítulo da sua história com o ex-marido Ike Turner, de quem se divorciou há 40 anos. Desta vez, a cantora norte-americana contou a experiência que teve durante a sua noite de núpcias, quando tinha apenas 22 anos. E foi muito diferente daquilo que estava à espera. “Adivinhem onde fomos?”, começou por questionar, em entrevista ao Daily Mail. “A um bordel, no dia do nosso casamento”, respondeu logo de seguida a intérprete. Turner casou-se com o músico de blues no México, em 1962, e durante os 16 anos em que estiveram casados, há relatos de violência e abuso, revelaram os dois em vários momentos.

“A experiência foi tão perturbadora que eu a apaguei, arranhei e criei um cenário diferente, uma fantasia de fuga romântica”, confessou Tina Turner, actualmente casada com Erwin Bach. “Estive triste o tempo todo, prestes a chorar, mas não havia como escapar. Não podíamos sair dali até que o Ike estivesse pronto e ele estava a divertir-se muito”, acrescentou ainda a intérprete. Segundo Turner, “as pessoas não conseguem imaginar o tipo de homem que ele [Ike] era – um homem que leva a sua mais recente mulher a um espectáculo pornográfico ao vivo, logo após a cerimónia do seu casamento”. “Ali fiquei sentada, naquele sítio imundo, a ver o Ike do canto do olho e a pensar ‘Ele gosta mesmo disto? Como é possível?’”, acrescentou Tina Turner. A cantora disse ainda que a própria cerimónia do casamento não foi o que imaginava. “Ike sempre teve um ângulo.

Ele deve ter percebido que Tijuana [no México] era o melhor lugar para uma cerimónia rápida. Provavelmente nem foi legal. Mas não valia a pena questionar os seus motivos”, explicou, acrescentando que se falasse “isso só o deixaria louco e poderia levar a um enxerto de porrada”. “Definitivamente não queria um olho negro no dia do meu casamento”, confessou. Posso não ter muita experiência com casamentos, mas sabia que a ocasião era suposto ser emocional e feliz. Não houve nada disto neste casamento. Ninguém disse “pode beijar a noiva”. Nenhum brinde. Nenhum ‘parabéns’”, acrescentou Tina Turner. A cantora, que nos últimos tempos tem sofrido alguns problemas de saúde, revelou também na sua nova biografia que Erwin Bach, com quem se casou em 2013, salvou a sua vida ao doar um dos seus rins para um transplante.