Palancas Negras tentam segundo triunfo em casa

Ao vencer o Botswana por uma bola a zero no mês passado, em Luanda, a Selecção Nacional de futebol está preparada para repetir a proeza esta tarde no Estádio 11 de Novembro, no embate do grupo I de acesso ao CAN 2019 nos Camarões.

A Selecção Nacional de futebol tenta hoje o segundo triunfo no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, frente à Mauritânia, às 16:00. Os Palancas Negras, que no mês passado venceram o Botswana por 1-0, em jogo a contar para a segunda jornada do grupo I de acesso ao CAN 2019, nos Camarões, querem repetir a proeza. Esta tarde, o objectivo dos pupilos de Srdjan Vasilevic é mandar em casa e impedir que os Mourabitones regressem a Nouakchott sem qualquer ponto. Por essa razão, o seleccionador angolano estudou minuciosamente o comportamento defensivo e ofensivo dos mauritanianos.

Como é evidente, contará com atletas que actuam no Girabola Zap, bem como com aqueles que actuam no estrangeiro. Tudo indica que os Palancas Negras vão entrar com um futebol mais balançado para o ataque, aliás, estão a jogar em casa. Srdjan Vasielvic, ao longo da preparação fez vários ensaios, mas com o grupo completo viu-se um onze mais ofensivo. Por esta razão, Gelson Dala será a aposta no ataque, uma vez que o avançado do Rio Ave de Portugal marcou o único golo frente ao Botswana.

O internacional angolano, antes de se juntar ao grupo na semana passada, marcou o golo do empate frente ao Sporting de Braga. Os mauritanianos, que lideram o grupo I com seis pontos, estão atentos ao avançado angolano, uma vez que foi o mais ovacionado no último treino. É ponto assente que o adversário dos angolanos tem atletas que actuam no futebol europeu, no entanto o técnico Corentin Martins está a fazer um trabalho regular. Angola e o Burkina Faso vêm nos lugares seguintes com três pontos cada. O Botswana é o último sem qualquer ponto.